quinta-feira, 14 de junho de 2012

Carta Informativa - Junho de 2012

Cascais - Portugal, 14 de junho de 2012.

“Você pode fazer o que eu não posso. Eu posso fazer o que você não pode. Juntos, podemos fazer coisas grandiosas.” (Madre Teresa de Calcutá)

Amados irmãos e companheiros na obra missionária,

     Graça e paz vos sejam multiplicadas.
   
     É uma grande alegria escrever para os amados irmãos e poder dizer-lhes que estamos todos bem, pela graça de Deus.
    Temos dado continuidade aos trabalhos no Bairro da Torre e, apesar dos desafios, continuamos muito encorajados. É um trabalho de paciência e perseverança, mas temos visto o cuidado e as bênçãos de Deus.
    Estamos a poucos meses da nossa ida para a Itália, mas temos muitas coisas para resolvermos. Por favor, estejam orando para que não tenhamos nenhuma complicação, tanto com a renovação da nossa residência aqui como também com a nossa documentação para a Itália. Com relação à ida para a Itália, além da documentação, já estamos vendo algumas questões como relação a um apartamento para alugar, móveis e outros. Estaremos indo para Castelnuovo del Gardia, uma pequena cidade na região de Veneto, localizada a 15 km de Verona, com cerca de 12.600 habitantes.
    No final deste mês completará um ano desde que aqui chegamos. Se estamos na obra missionária, é porque temos convicção do chamado de Deus para nossas vidas. Não foi (e, não é) fácil deixar familiares, amigos, e o nosso país para servir em missões transculturais. O missionário é tão humano quanto qualquer outra pessoa. Nos alegramos quando podemos ver outras pessoas vindo a Cristo; nos entristecemos quando, apesar de todo esforço, não conseguimos ver tantos resultados como gostaríamos. Sentimo-nos muito encorajados ao ver amados irmãos e igrejas buscando fazer o melhor para nos apoiar na obra missionária; também, não conseguimos esconder a tristeza ao ver algumas igrejas simplesmente pararem de contribuir, quando precisamos muito de novos mantenedores para completar nosso sustento. Mas, apesar de tudo, como disse o apóstolo Paulo: “sei estar abatido e sei também ter abundância; em toda a maneira e em todas as coisas, estou instruído, tanto a ter fartura como a ter fome, tanto a ter abundância como a padecer necessidade. Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Fp 4.12-13). A nossa alegria não se baseia nas circunstâncias, mas em estar no centro da vontade de Deus, sendo obediente a missão para o qual fomos chamados (At 26.19; 20.24).
    Somos imensamente gratos a todos os irmãos e igrejas que têm estado conosco na obra missionária, segurando firmemente as cordas da oração e contribuição. Palavras não são capazes de expressar toda a nossa gratidão por tudo que têm feito por nós, mas sei que “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.” (Fp 4.19).
    Não há espaço para citar aqui os nomes de tantos amados irmãos e igrejas que têm nos apoiado, mas gostaria de agradecer especialmente ao nosso Pastor (Júlio Cezar T. Machado) e a nossa igreja no Brasil (Assembleia de Deus em Águas Claras - S.J.V.R.P. - RJ), como também ao Pastor Luis Alexandre R. Branco e a Igreja Baptista de Cascais (Portugal), por nós apoiarem de forma tão carinhosa na obra missionária.

Motivos de oração:
* Por nossa saúde física, emocional e espiritual;
* Pelo trabalho de plantação de igreja no Bairro da Torre (Portugal);
* Pelo processo de renovação da nossa residência;
* Por todos os preparativos para a nossa mudança para a Itália;
* Por novos mantenedores.

     Com gratidão,

Pr. Paulo Henrique, Alessandra, Matheus e Lucas
========================================
Banco do Brasil Ag 3159-3 C/C 6573-0
Banco Itaú Ag 6116 C/C 00485-1
========================================

Nenhum comentário:

Postar um comentário